10 anos depois do fim, Harry Potter envelheceu avinagrado

Entre polêmicas de transfobia e discurso de ódio, J. K. Rowling se revela mais nefasta que as figuras vilanescas que escreveu

Cena do filme Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2. Na cena, vemos Harry, personagem de Daniel Radcliffe, um homem branco que usa óculos redondos, sujo de terra, olhando Voldemort, personagem de Ralph Fiennes, que está de costas. Eles estão à beira de um precipício.
Uma década depois de As Relíquias da Morte – Parte 2, o legado de Harry Potter definhou como as Horcruxes de Voldemort (Foto: Warner Bros)

Vitor Evangelista

Em 15 de julho de 2011, a cultura pop mudou para sempre. Era o fim da saga do bruxinho mais famoso do pedaço, a conclusão épica, que levou uma década desde o primeiro vestígio da magia de Hogwarts até o adeus choroso na Estação King’s Cross. 10 anos depois da exibição de Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2, o mundo não enxerga a aura juvenil da história da mesma maneira que o fazia. E isso se deve a um vilão que os livros de fantasia não deram conta de desmascarar: sua própria autora.

Continue lendo “10 anos depois do fim, Harry Potter envelheceu avinagrado”

Atenção, babuínos bobocas balbuciando em bando: o Cálice de Fogo completa 15 anos 

A imagem mostra a taça do torneio tribruxo, a qual é transparente com sua base e alças em um prata decorado. Dentro da taça há um líquido azul. Ao fundo há uma grande janela.
Há 15 anos, Harry Potter e o Cálice de Fogo chegava às telas dos cinemas (Foto: Reprodução)

Júlia Paes de Arruda

Não há dúvidas quanto ao sucesso das histórias emocionantes envolvendo o mundo de Harry Potter. O quarto filme da saga britânica, Harry Potter e o Cálice de Fogo, já deixa isso claro 15 anos atrás, quando faturou mais de 100 milhões de dólares em apenas três dias em cartaz nos Estados Unidos. É plausível dizer que essa conquista não veio dos novos cortes de cabelos que os atores, como Daniel Radcliffe e Rupert Grint, adotaram na época. Na verdade, é a partir desse filme que a trama mais sombria adentra no universo mágico com a chegada de Lord Voldemort.

Continue lendo “Atenção, babuínos bobocas balbuciando em bando: o Cálice de Fogo completa 15 anos “

Palavras são, para a autora de Harry Potter, sua inesgotável fonte de preconceito

A Maldição Cruciatus era usada para causar dor em suas vítimas para benefício de seu agressor (Foto: Reprodução)

Júlia Paes de Arruda

O sucesso da saga de Harry Potter deriva do fascínio dos fãs pelo mundo mágico. Essa admiração não faz parte apenas das aventuras dos personagens, como extravasa para além do papel. Não é nem necessária uma dose de Cerveja Amanteigada para observar o quanto das histórias de magia influencia a nossa realidade. 

Continue lendo “Palavras são, para a autora de Harry Potter, sua inesgotável fonte de preconceito”

O novo Animais Fantásticos resgata a magia de Harry Potter, mas comete crimes demais

 

(Foto: Divulgação/Warner)

Guilherme Luis

O segundo filme da nova franquia do Wizarding World, “Animais Fantásticos – Os Crimes de Grindelwald” chegou aos cinemas no último dia 15 e dividiu opiniões. A expectativa pela continuação de “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, de 2016, era grande, principalmente por parte dos fãs do mundo bruxo criado por J.K. Rowling, que assina o roteiro dessa nova série.

Continue lendo “O novo Animais Fantásticos resgata a magia de Harry Potter, mas comete crimes demais”

Animais Fantásticos e Onde Habitam: Um início promissor para a nova saga

animaisfantasticosposter

Guilherme Reis Mantovani

Quando a tela se apagou, as luzes se acenderam e os créditos de Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 2 começaram a subir, um sentimento emocionalmente devastador incidiu sobre a geração que cresceu ao lado de Harry, Rony e Hermione; uma sensação agridoce, que fundia a alegria de ter compartilhado um universo tão rico e encantador, e a tristeza de deixar uma parte preciosa de nossa infância em Hogwarts para sempre. Continue lendo “Animais Fantásticos e Onde Habitam: Um início promissor para a nova saga”