A Light for Attracting Attention: The Smile é um sorriso malicioso

Capa do disco A Light for Attracting Attention, da banda The Smile. Na imagem, há uma ilustração abstrata, composta por um desenho que se assemelha a uma monstro, em cor azul e branca. O fundo da imagem é laranja, com manchas em cor rosa e vermelha. Ao centro, está escrito The Smile em fonte de cor branca, e abaixo escrito A Light for Attracting Attention, também em fonte de cor branca.
O álbum de estreia do projeto de Thom Yorke, Jonny Greenwood e Tom Skinner foi disponibilizado no dia 13 de maio de 2022 (Foto: Self Help Tapes LLC/XL Recordings)

Bruno Andrade

O sentimento de ambivalência talvez resuma muito bem aquilo que acompanhou Thom Yorke ao longo dos anos. Com o Radiohead, ele alcançou um status mainstream, mas a bem da verdade esse nunca foi o objetivo. É como se duas forças contrárias tivessem o levado ao topo, um possível reflexo de uma cultura que tende a glorificar os inconstantes. Sua indignação ganhou forma poética em canções dolorosas, mas ele nunca esteve sozinho. Ao seu lado, Jonny Greenwood serviu como força motora, dando vida através dos instrumentos aos ruídos melancólicos que Yorke vislumbrava; agora, anos depois, os dois se juntam em um projeto paralelo com Tom Skinner para dar vida ao The Smile, cuja estreia ocorreu em 13 de maio com o lançamento do disco A Light for Attracting Attention.

Continue lendo “A Light for Attracting Attention: The Smile é um sorriso malicioso”

A Redoma de Vidro: o último suspiro sufocado de Sylvia Plath

n_v_

No dia 11 de fevereiro de 1963, a escritora Sylvia Plath se suicidou. Não demorou para que se tornasse uma espécie de mártir: além de sua obra poética ter cativado muitas pessoas de modo profundo, o relacionamento abusivo com Ted Hughes, também escritor, veio à tona e desde então é praxe em conversas sobre Plath. A morte de Sylvia aconteceu apenas semanas após a publicação de seu único romance, A Redoma de Vidro (The Bell Jar), e é peculiar observar a relação entre estes dois momentos.

Continue lendo “A Redoma de Vidro: o último suspiro sufocado de Sylvia Plath”