The Smiths: a luz que nunca se foi

Da direita para a esquerda: Andy Rourke, Morrissey, Johnny Marr e Mike Joyce Nilo Vieira Em 1984, quando questionado sobre o porquê da escolha do nome The Smiths, o vocalista Morrissey respondeu que queria o nome mais ordinário possível para sua banda. Mal sabia ele que, em pouco tempo, o quarteto provaria estar muito acima … Continue lendo “The Smiths: a luz que nunca se foi”

Belchior: quarenta anos de um delírio com coisas reais

Nilo Vieira A ditadura militar, imposta no ano de 1964 e acabando só mais de duas décadas depois, foi um dos períodos mais sinistros da história brasileira: direitos humanos violados, inflação quebrando recordes e censura geral sobre imprensa e manifestações artísticas são alguns exemplos dos males da época – e apenas para ficar nos mais … Continue lendo “Belchior: quarenta anos de um delírio com coisas reais”

Omikron: o jogo de David Bowie

David Bowie como personagem de Omikron Matheus Fernandes O artista britânico David Bowie é normalmente lembrado por sua lendária carreira musical, sua influencia na moda ou seus filmes. Poucos mencionam sua incursão no mundo dos jogos eletrônicos, com Omikron: The Nomad Soul, lançado em 1999 para Windows e Sega Dreamcast.