O glorioso propósito de Loki é não ser aquilo que você espera

Cena da primeira temporada de Loki. Sylvie (Sophia Di Martino) e Loki (Tom Hiddleston) se encaram preocupados em Lamentis-1, um planeta prestes a ser destruído. Sylvie, caucasiana e cabelo loiro e que vai até os ombros, usa um uniforme de couro de combate preto com poucos adereços dourados, por baixo de um sobretudo negro. Loki, caucasiano e cabelo negro que vai até os ombros, usa uma camisa social futurista com as golas coladas no peito, com uma gravata no pescoço e as mangas dobradas até os cotovelos. Atrás deles, uma cadeia de montanhas se ergue desfocada. A cena toda está iluminada por uma cor lavanda profunda.
Os tons púrpuras de um planeta em extinção enquadram uma história de amor capaz de desafiar o destino (Foto: Disney/Marvel)

Gabriel Oliveira F. Arruda

A mais recente da primeira leva de séries do Disney+ produzidas pela Marvel Studios, Loki chega com a proposta de resgatar a personagem titular dos eventos trágicos de Vingadores: Guerra Infinita, utilizando a viagem no tempo de Ultimato como ponto de partida para sua trama de ficção científica old school. Contudo, se tem uma coisa que o Deus da Mentira de Tom Hiddleston nos ensinou ao longo de sua década no Universo Cinematográfico Marvel, foi nunca confiar nas aparências.

Continue lendo “O glorioso propósito de Loki é não ser aquilo que você espera”

Vingadores – Guerra Infinita: o auge e o começo do fim

Os heróis enfrentam a maior ameaça do universo. (Foto: Reprodução)

Pedro Fonseca

Dez anos após o início de sua jornada nos cinemas, o Marvel Studios entrega em Vingadores: Guerra Infinita sua maior obra e define o ponto de virada  para o que vem a seguir. O filme representa o auge de toda a construção do universo de heróis e proporciona ao  público um reencontro com um vasto panteão repleto de seus astros. Porém, em meio a uma história repleta de heróis, é o vilão que toma a cena nessa saga. Continue lendo “Vingadores – Guerra Infinita: o auge e o começo do fim”

As super-heroínas da Marvel e o desgaste de ter que roubar a cena o tempo todo

(Créditos: Reprodução)

Lara Ignezli

O MCU (Universo Cinematográfico Marvel, do inglês original Marvel Cinematic Universe) completa em 2018 dez anos de existência. Desde que nasceu, 28 (isso mesmo, vinte e oito) filmes foram lançados e 0 (isso mesmo, zero) tiveram como personagem principal uma mulher. A primeira fase se iniciou com Homem de Ferro (2008), a segunda em 2013 com o lançamento de Homem de Ferro 3 e a terceira — e atual — vem em 2016 com Capitão América: Guerra Civil. Continue lendo “As super-heroínas da Marvel e o desgaste de ter que roubar a cena o tempo todo”

Vingadores: a realização do sonho nerd

A primeira aparição da equipe super heróis no cinema completa 6 anos em 2018

O filme foi responsável por reunir um dos maiores grupos de herói da Marvel. (Foto: Wikipedia.com)

Pedro Fonseca

Há 6 anos, os estúdios Marvel concretizaram um dos projetos mais ambiciosos do cinema nos últimos tempos. Com a estreia do filme Vingadores (2012), seu universo compartilhado, que já marcava quatro anos de existência ao longo de cinco filmes, finalmente tomou forma e estabeleceu uma base para as inúmeras produções que o estúdio lançaria nos anos seguintes, assim como para o ápice de toda essa história, que ocorrerá em “Vingadores: Guerra Infinita”.
Continue lendo “Vingadores: a realização do sonho nerd”