Ghost in the Shell: Bonito, mas sem alma

ghost-in-the-shell-poster-japão

Matheus Fernandes

As canônicas adaptações do teatro e da literatura ao cinema já foram consideradas, injustamente, uma afronta à pureza do cinema como forma de arte, situação explanada no artigo “Por um cinema impuro – Defesa da adaptação”, de André Bazin, onde o teórico aborda essa relação entre linguagens como essencial para o progresso do cinema. Atualmente, as adaptações de quadrinhos dominam o cinema mainstream, fortalecendo as duas indústrias, apesar da divisão na crítica. Ainda assim, em busca de novas histórias e públicos, já planejando o fim da era dos super heróis, Hollywood se aproxima cada vez mais de outras fontes, especificamente os videogames e o universo japonês dos animes e mangás.

Continue lendo “Ghost in the Shell: Bonito, mas sem alma”

Melhores discos de Março/2017

fora temer
I’m gonna make him a churras he can’t refuse

Pra evitar que você, leitor, consumisse carne estragada e passássemos vexame, nossa curadoria aproveitou o recesso para debulhar o máximo de discos possíveis – sem terceirização! O resultado foi bastante frutífero, e nossa seleção abrange de Brasil à China, indo do pop ao noiseContinue lendo “Melhores discos de Março/2017”

Melhores discos de Fevereiro/2017

oscar2017-moonlight-760x428

E mais um mês incansável para nossa curadoria! Para evitar gafes iguais a do Oscar 2017, passamos o carnaval debulhando discos para trazer só a nata para você. Dentre sons na medida para quem não curte sambar e álbuns certeiros para mandar aquele passinho, nossos favoritos de fevereiro:

Continue lendo “Melhores discos de Fevereiro/2017”

Marquee Moon e a reinvenção do rock

A capa do disco, capturada por Robert Mapplethorpe
A capa do disco, capturada por Robert Mapplethorpe

Se o CBGB foi o grande templo da contracultura americana nos anos 70, sem o Television seria apenas um clube de música country em meio à pior vizinhança de Manhattan, como costumava ser de Tom Verlaine, Richard Lloyd e seu empresário Terry Ork convencerem o dono do local a liberar uma noite para a banda.

Continue lendo “Marquee Moon e a reinvenção do rock”

Melhores discos de Janeiro/2017

Começamos o ano assim!
Começamos o ano assim!

Adriano Arrigo, Gabriel Leite Ferreira, Matheus Fernandes e Nilo Vieira

Férias? Praia? Que nada! Nossa incansável curadoria passou esses 31 dias escavando a interwerbs, a fim de trazer os destaques mensais da música para você.

O ano ainda não começou a engrenar, mas isso não significa que faltaram bons sons em janeiro – os nossos favoritos você pode conferir abaixo:

Continue lendo “Melhores discos de Janeiro/2017”

Mini Metro e a beleza simbólica do transporte público

minimetro

Matheus Fernandes

Um dos grandes exemplos de genialidade no design de objetos cotidianos é o mapa do metrô londrino, idealizado por Harry Beck em 1931. Beck, inspirado pelos diagramas elétricos com os quais trabalhava no Underground, substituiu a representação geográfica, baseada na topografia da capital britânica, por uma esquemática. As estações ficaram equidistantes e as linhas, que antes seguiam os curvos trilhos, tornaram-se retas na horizontal, vertical ou em ângulos de 45º.

Continue lendo “Mini Metro e a beleza simbólica do transporte público”

Os melhores discos de Dezembro/2016

I'm never gonna dance again :'(
I’m never gonna dance again :'(

Não foi nada fácil, mas sobrevivemos ao ano de 2016! Para comemorar, elaboramos esta edição especialíssima de nossa incansável curadoria mensal com bons álbuns para embalar seu réveillon e, como bônus, ainda citamos alguns discos de outros meses que merecem sua atenção.

E feliz ano novo!

Continue lendo “Os melhores discos de Dezembro/2016”