Game of Thrones – Quarta Temporada: Caminhos diferentes, momentos pertinentes

Gabriel Fioravante e Tatiany Garcia

O fim da terceira temporada da série de maior sucesso do canal HBO, Game of Thrones, trouxe muitas surpresas para quem a acompanhava – os leitores da obra de George R. R. Martin, por mais que já soubessem o desenrolar da trama, ainda assim se fascinaram pela qualidade do que foi apresentado. Todo esse contexto fez com que a curiosidade pelo que vinha adiante crescesse cada vez mais entre os espectadores e colocasse um senso de responsabilidade na temporada seguinte para que ela estivesse no mesmo nível da qual a precedeu.

Continue lendo “Game of Thrones – Quarta Temporada: Caminhos diferentes, momentos pertinentes”

Game of Thrones – Terceira Temporada: Os reinos do Caos

got0
Créditos: HBO

Guilherme Reis Mantovani

Este texto contém spoilers da terceira temporada de Game of Thrones.

A terceira temporada da aclamada série televisiva “Game of Thrones” dirigida por David Benioff e D. B. Weiss teve seu primeiro episódio exibido no dia 31 de março de 2013, com o compromisso de adaptar a primeira metade do enorme terceiro livro da saga, “A Tormenta de Espadas”, escrita por George R. R. Martin. Uma missão de extrema dificuldade, uma vez que a “Tormenta de Espadas” foi considerada quase que por unanimidade pela crítica especializada como a melhor obra da épica saga de fantasia “As Crônicas de Gelo e Fogo” até o momento. Continue lendo “Game of Thrones – Terceira Temporada: Os reinos do Caos”

Game of Thrones – Segunda temporada: uma história de muitos lados

Thainá Zanfolin

Game of Thrones, série de TV da HBO baseada nos livros de George R. R. Martin, foi lançada em 2011. Com uma primeira temporada que apresenta todo o universo da história e seus personagens, a série conquistou tanto os leitores dos livros quanto os apaixonados por seriados de TV. Hoje, a produção já é considerada uma das melhores feitas em anos pela HBO, além de ser incluída na lista de melhores produções de todos os tempos por alguns críticos. A segunda temporada, lançada em 1º de abril de 2012, teve tanto sucesso quanto a primeira e seus episódios foram transmitidos simultaneamente em todos os canais HBO do mundo. Essa parte da história dos reinos de Westeros é baseada no livro “A fúria dos reis”, o segundo da série “Crônicas de Gelo e Fogo”.

cometagameofthrones
O cometa vermelho surge no céu logo no primeiro episódio, após os acontecimentos da primeira temporada. Ele é interpretado de forma diferente por cada personagem da história, criando a ideia de que a história e o passado de cada canto do reino são contadas a partir de seus próprios interesses

Continue lendo “Game of Thrones – Segunda temporada: uma história de muitos lados”

Game of Thrones – Primeira temporada: A beleza está no poder

trono de ferro

Assento dos reis de Westeros, o Trono de Ferro é um símbolo de poder e autoridade do rei. Supostamente foram utilizadas mil espadas para sua construção.

Luana Brigo

Há quase 20 anos uma das maiores sagas ficcionais tomava forma. Em 1996, o autor George R. R. Martin trouxe vida, e por que não dizer a morte, à personagens hoje tão conhecidos. O universo construído em “As Crônicas de Gelo e Fogo” se passa em Westeros, um dos quatro continentes conhecidos desse mundo, composto em sua maior parte pelos Sete Reinos. George R. R. Martin não poupa seus leitores de detalhes minuciosos, trabalhando diferentes pontos de vistas ao longo de seus cinco livros (Guerra dos Tronos, A Fúria dos Reis, A Tormenta das Espadas, O Festim dos Corvos e A Dança dos Dragões ), que compõem um total de mais de 3,6 mil páginas. A adaptação da série para TV, produzida pelo canal HBO,  teve início em 2007, tendo sua estreia em 17 de abril de 2011. Apesar da série de livros ser conhecida por “As Crônicas de Gelo e Fogo”, a série é nomeada a partir do primeiro livro da saga. Outro ponto chamativo da série são suas produções de grandes proporções, diferentes locais de filmagem, extenso elenco e seus gastos. A série teve repercussão extremamente positiva, recebendo 26 Emmy Awards até o momento.

Continue lendo “Game of Thrones – Primeira temporada: A beleza está no poder”

Quando as mulheres se tornam protagonistas de suas histórias

Mais necessário do que nunca, estão finalmente surgindo personagens femininas prontas para abrir discussões sobre violências .

jessicajones.jpg

Danielle Cassita

Quantas vezes houveram personagens femininas liderando uma série? Poucas, possivelmente, se levarmos em conta a imensidão existente dessas produções. 

A Netflix ajudou a dar um ar mais otimista a esse quadro com Jessica Jones, heroína da Marvel. Na história, Jessica é traumatizada por um relacionamento abusivo que teve com o vilão Kilgrave, e segue seus dias tentando superar os fantasmas de seu passado e simplesmente levar uma vida mais tranquila sem depender tanto de seus poderes. Ela passa a trabalhar como investigadora em Nova York, mas os clientes que lhe aparecem logo a ligam de volta a Kilgrave. Continue lendo “Quando as mulheres se tornam protagonistas de suas histórias”

Fuller House e os bons tempos que não voltam… Será?

full house

Camila Ramos

Full House, ou Três é Demais, é uma série de televisão americana que começou em 1987 e teve seu fim em 1995, um total de oito temporadas. Criada por Jeff Franklin, Full House conta a história de um pai recentemente viúvo que vai viver com o cunhado e um amigo para cuidar de suas três filhas. Durante as temporadas, a série conquistou o amor de várias pessoas, juntando novos personagens e lições de convivência em família, já que a cada episódio há um problema que é solucionado pela união e amor de todos.

Continue lendo “Fuller House e os bons tempos que não voltam… Será?”

Better Call Saul, não Walter White

saul

Victor Pinheiro

Se você assistiu Breaking Bad, Better Call Saul pode ser uma ótima série para você. Se não assistiu, também. O mais novo seriado de Vince Gilligan e Peter Gould, produzido pelo Netflix, conta a história do advogado corrupto Saul Goodman (Bob Odenkirk), ainda conhecido por James McGill, seis anos antes de conhecer Walter White (Bryan Criston) em Breaking Bad. No entanto, apesar de BCS, de certo modo, aproveitar-se do saudosismo e empolgação dos fãs de BrBa, a série possui sua própria identidade.

Continue lendo “Better Call Saul, não Walter White”